Se prosseguir, Briga entre Confúcio e Raupp será prejudicial a ambos | Noticias Tudo Aqui!

Se prosseguir, Briga entre Confúcio e Raupp será prejudicial a ambos

Compartilhe:
ColunistaNilton Salina

Rachado

É difícil esperar unidade em agremiações políticas. Deve ser por isso que são chamadas de “partidos”. Um exemplo disso foi a convenção do MDB no final de semana, em Porto Velho, onde o pau quebrou, literalmente. No meio disso tudo, o grupo do ex-governador Confúcio Moura demonstrou articulação e garantiu a ele a aprovação como candidato a senador.

Segundo voto

Pelo próprio nome, não adianta imaginar que um “partido” ficará unido. Mas se os candidatos estiverem pelo menos juntos, podem ter chance. Se a briga entre Confúcio e o senador Valdir Raupp (MDB-RO) prosseguir, será prejudicial a ambos. Eles saem ganhando se conseguirem trabalhar em conjunto, após a confusão.

História

Lembro-me bem que em determinada eleição, quando havia disputa por duas cadeiras ao Senado, Valdir Raupp pedia a seus eleitores que o segundo voto fosse para Fátima Cleide, e não para Expedito Júnior. Expedito também pedia que o segundo voto fosse para Fátima Cleide e não para Raupp. Com esse fator e com o efeito Lula, Fátima foi eleita e Júnior ficou fora.

Héteros

O empresário Danilo Aranha, pré-candidato a deputado estadual, de Rondônia mexeu com uma turma ao postar em redes sociais seu repúdio contra a pedofilia. Ele colocou uma fotografia de um casal homossexual, onde um dos dois dava um selinho em uma criança. Foi chamado de homofóbico, como era de se esperar, mas deixou um importante recado.

Pedofilia

Danilo Aranha não dirigia-se propriamente a homoafetivos, mas a turma se assanhou. É impressionante como uma minoria (pelo menos eu acho que seja assim) queira colocar regras para a maioria. Está na hora de se criar o Orgulho Hétero, para se contrapor a uma turma disposta a querer impor regras de conduta, somente por ter representantes em altos escalões.

Roubalheira

E a roubalheira na política atinge empresários de Porto Velho. É impressionante como lojas de autopeças são usadas para lavar dinheiro. O cara compra um produto e coloca uma margem de 8% para venda. É bom lembrar que além de pagar a indústria há os custos do frete e os 17% de imposto. Na verdade ele paga para vender a peça. Esse povo lava dinheiro oriundo de onde? A Receita Federal, é claro, nada faz.


 Comentários
Dicas para te ajudar
TV Tudo Aqui