Veja imagens enviadas pelos robôs que exploram Marte | Noticias Tudo Aqui!

Veja imagens enviadas pelos robôs que exploram Marte

Compartilhe:

Equipamentos fazem registros durante o trabalho de pesquisa no planeta vermelho e enviam periodicamente o material para cientistas na Terra

 

O mês de julho deste ano foi marcado por três missões espaciais lançadas com sucesso rumo a Marte. Índia, Emirados Árabes e EUA aproveitaram o momento específico da órbita da Terra e de Marte que diminui o tempo de viagem entre os dois planetas. Enquanto não chegam no destino, robôs que estão em solo marciano já exploram a paisagem, coletam amostras e enviam imagens de tudo isso para cientistas. Veja algumas imagens que foram feitas nos últimos tempos.

O rover Sojourner chegou a Marte em 4 de julho de 1997 na missão Mars Pathfinder. O robô explorou o terreno marciano, tirando fotos e fazendo análises químicas da atmosfera. Essa empreitada espacial foi a primeira a levar um equipamento que pousou no planeta vermelho. Em 85 dias de exploração, o pequeno equipamento com pouco mais de 10 quilos enviou para a Terra mais de 500 fotos inéditas. Em seguida, a Nasa perdeu contato com o robô.

O rover Curiosity realizou um feito ao conseguir subir uma parte íngreme do local em que estava,  "Greenheugh Pediment". Antes de chegar ao topo, o equipamento fez uma foto panorâmica que foi enviada para a Terra em 86 imagens separadas.

O rover Curiosity Mars chegou em Marte também com o objetivo de buscar vestígios de vida. Para isso, os cientistas coletam amostras do fundo da Cratera Gale, onde o terreno sedimentar pode revelar entre suas camadas uma parte desconhecida da história do planeta. O análise do material pode revelar se um dia o planeta já teve água líquida em sua superfície antes da atual paisagem árida.

Esta imagem faz parte de um panorama de 360 graus Curiosity capturado de um local em Marte chamado "Teal Ridge" em 18 de junho de 2019.

A Insight foi o último equipamento espacial a pousar em Marte. Entre os equipamentos de ponta que cruzaram o sistema solar está um sismógrafo, que mede e monitoras os terremotos. Segundo a Nasa, o instrumento consegue registrar vibrações mínimas e pode ajudar a revelar a estrutura do subsolo de outro planeta pela primeira vez.

Em 24 de abril de 2019, o rover InSight usou uma de suas câmeras para registrar o pôr do sol em Marte. Por estar mais distante, o tamanho do Sol que aparece no horizonte é cerca de 2/3 o tamanho que é visto aqui da Terra.

Em fevereiro de 2021, o rover Perseverance deve pousar em Marte para iniciar os estudos do planeta. O cientistas pretendem coletar e armazenar amostras de solo e subsolo que devem ser trazidos para a Terra em futuras missões espaciais. A missão também inclui buscar vestígios de vida extraterrestre e também indícios de que o planeta vermelho já teve água em abundância.

Fonte: Nasa 


 Comentários
Noticias da Semana
Dicas para te ajudar
TV Tudo Aqui