ACENDENDO ESPERANÇAS - Botafogo volta a vencer o Boavista e conquista o bi da Taça Rio | Notícias Tudo Aqui!

ACENDENDO ESPERANÇAS - Botafogo volta a vencer o Boavista e conquista o bi da Taça Rio

Compartilhe:

Após goleada na ida, Botafogo faz 2 a 0 no Nilton Santos e fica com o troféu. Com o título, Alvinegro assegura vaga na Copa do Brasil 2025

 

O Botafogo é bicampeão da Taça Rio. Neste domingo, o Alvinegro recebeu o Boavista no Estádio Nilton Santos e venceu a equipe de Saquarema por 2 a 0 no jogo de volta da final, após fazer 4 a 0 na primeira partida. Tchê Tchê e Kauê marcaram os gols da equipe comandada por Fábio Matias no adeus ao Campeonato Carioca 2024.

Dessa forma, com o resultado, o Botafogo conquista o título, mas não só isso. Pelo troféu, a equipe alvinegra garante vaga na Copa do Brasil 2025, que agora é classificatória via campeonatos estaduais. Se não fosse campeão, o Glorioso teria de conquistar uma vaga na Libertadores via Brasileirão ou sendo campeão da Copa do Brasil nesta temporada. Caso isto aconteça, aliás, o Boavista herda a vaga do Botafogo ou então de outro clube carioca que eventualmente conseguir. O clube de Saquarema se classificou para a Série D do próximo ano.

Primeiro tempo

Mesmo com time reserva, o Botafogo dominou as ações no primeiro tempo, que não teve tantas chances claras. O Alvinegro tomou conta desde o início e teve oportunidade de abrir o placar com Rafael aos três minutos, mas ficou no quase. O lateral ficou cara a cara com o goleiro, mas preferiu tentar o passe para o lado, e a defesa do Boavista cortou. Outra boa chance do Glorioso foi aos 35 minutos com Tchê Tchê. O camisa 6 finalizou da entrada da área, de chapa, mas a bola bateu na trave. O Boavista praticamente não assustou e foi para o intervalo sem incomodar a equipe alvinegra.

Segundo tempo

O Botafogo voltou para o segundo tempo pressionando e chegou ao primeiro gol logo com três minutos. Tchê Tchê arriscou chute da entrada área, mas a bola bateu no braço de William Oliveira. O juiz deu pênalti, que o próprio Tchê Tchê cobrou bem, no cantinho, para marcar. O Boavista deu a resposta aos dez minutos, com grande jogada de Ryan Guilherme, que arrancou do meio-campo, mas acertou a trave cara a cara com o goleiro botafoguense. No rebote, contudo, Matheus Lucas chutou forte, mas Igo Gabriel evitou o empate. No lance seguinte, porém, a máxima do “quem não faz, leva” se fez presente. Em jogada pela direita, Damián Suárez cruzou rasteiro, e Matheus Nascimento ajeitou para trás. De primeira, Kauê chegou batendo e ampliou para dar números finais à partida.

Sequência

O Botafogo agora vira as atenções para a Libertadores 2024. Afinal, na próxima quarta-feira, o clube carioca estreia no torneio internacional. O primeiro adversário será o Junior Barranquilla (COL), no Estádio Nilton Santos, às 19h (de Brasília).

BOTAFOGO 2 X 0 BOAVISTA

Campeonato Carioca 2024 – Taça Rio – Final – Jogo de volta
Data:
 31/03/2024, às 18h30 (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 6.514 torcedores
Renda: R$ 126.200,00
BOTAFOGO: Igo Gabriel; Rafael (Damián Suárez, intervalo), Bastos, Kawan e Devid; Breno (Newton, 23’/2ºT), Tchê Tchê e Kauê (Patrick de Paula, 23’/2ºT); Luiz Henrique (Jeffinho, intervalo), Raí e Matheus Nascimento (Janderson, 34’/2ºT). Técnico: Fábio Matias
BOAVISTA: André Luiz; Ludke, Sheldon, Mizael, Pablo Maldini e Wellington (Elivelton, 26’/2ºT); William Oliveira, Crystopher, Léo Costa (Erick Flores, 13’/2ºT) e Ryan Guilherme (Matheus Alessandro, 13’/2ºT); Matheus Lucas (Cristian, 26’/2ºT). Técnico: José Quadros
Gols: Tchê Tchê, 3’/2ºT (1-0); e Kauê, 11’/2ºT (2-0)
Árbitro: Yuri Elino Ferreira da Cruz
Assistentes: Gustavo Mota Correia e Hugo Filemon Soares Pinto
VAR: Rodrigo Nunes de Sá
Cartão Amarelo: Luiz Henrique (BOT); William Oliveira, Wellington e André Luiz (BOA)
Cartão Vermelho: –

(jogada10)


 Comentários
Dicas para te ajudar
TV Tudo Aqui