CAMISA ROSA - Cruzeiro explica ausência em campanha da Adidas | Noticias Tudo Aqui!

CAMISA ROSA - Cruzeiro explica ausência em campanha da Adidas

Compartilhe:

Clube, no entanto, apontou que fará uma ativação para marcar a campanha de prevenção ao câncer de mama e de colo do útero nesta sexta

 

A chegada do mês de outubro fez com que clubes do futebol brasileiro, especificamente São Paulo, Flamengo e Internacional, lançassem uma edição especial do uniforme na cor rosa, em alusão à campanha de prevenção contra o câncer de mama e de colo do útero. Os três times citados têm como fornecedora de material esportivo a Adidas, empresa que também assina os uniformes do Cruzeiro. 

Nas redes sociais, torcedores do clube estrelado começaram a debater sobre a ausência de uma peça na mesma cor para o Cruzeiro, produto que pelo ineditismo poderia ser até mesmo uma oportunidade de marketing para o clube. O Super.FC entrou em contato com o marketing do time estrelado para saber o porquê da ausência dessa peça no catálogo do Cruzeiro. 

Segundo o time, o modelo não cumpriria o manual de marca do Cruzeiro, e o template dos uniformes de 2020 para a coleção 'Outubro Rosa' da Adidas já havia sido definido antes da assinatura com a Raposa. 

"A adidas incluiu em seu calendário anual o lançamento de uma coleção especial Outubro Rosa, em homenagem à luta das mulheres contra o câncer de mama e de colo do útero. O template da camisa 2020 já havia sido definido antes da assinatura com o Cruzeiro e o modelo não cumpriria o manual de marca do clube", explicou o clube, em nota. 

O Cruzeiro, por sua vez, garantiu que nesta sexta-feira, contra o Juventude, às 21h30, pela 16ª rodada da Série B, o clube fará uma outra ativação em seu uniforme para marcar o Outubro Rosa. 

"Cruzeiro e adidas decidiram seguir neste ano com outro tipo de ativação, que poderá ser conferida no próximo jogo, contra o Juventude", acrescentou o Cruzeiro, em comunicado. 

A Raposa, todavia, não descarta ter uma peça na cor rosa, mas que atenda às especificades das aplicações do uniforme do clube. No estatuto, por exemplo, existe a autorização para que o uniforme alternativo, no caso o três, tenha cores diferentes das cores oficiais, preferencialmente usando cor que guarde afinidade com acontecimentos, com a origem, com a história e a tradição da entidade.

O que diz o Manual de Marca?

O trecho que contemplaria a situação de discordância com o desenho previamente assinado pela Adidas trata-se do disposto 3.1, que fala sobre as aplicações proibidas. Nele, o Cruzeiro estabeleceu o seguinte: 

"O escudo não possui versões positiva e negativa. Assim como o escudo, as estrelas soltas e a raposa NÂO POSSUEM versões em tons de cinza. Em hipótese nenhuma o escudo e outros símbolos do clube podem ser aplicados nessas versões. Os símbolos NUNCA devem ser aplicados em cima de planos na cor preta, em tons de cinza ou no caso do escudo em fundos amarelos iguais ou próximos dos tons da coroa. É proibida a aplicação de outras cores das especificadas pelo clube ou mesmo a inversão ou mudança de preenchimentos aos elementos, assim como a distorção dos elementos, contrariando as proporções estabelecidas", determinou a Raposa. Em tese, o manual não permitiria aplicações sobre cores não específicas ao clube. 

Outros times

Além da Adidas, a Umbro também lançou camisas na tonalidade rosa para marcar o mês de outubro. Athletico Paranaense, Avaí, Chapecoense, Fluminense, Grêmio, Santos e Sport vão utilizar a peça especial em partidas específicas. 


 Comentários
Noticias da Semana
Dicas para te ajudar
TV Tudo Aqui